pub-9301201605593009
 
Fatima Araujo.jpg
IMG-0395.JPG

"Meu nome é Fatima de Araujo Novaes do Amaral. Fiz aniversário no dia 14/01 e esta capa da revista Top Loba é um grande presente. Casada há 30 anos com Vagner, tenho dois anjos que são meus tesouros, minhas filhas Fadeyla e Karyne.


Moro em Santos Dumont, interior de Minas Gerais, e tenho muito orgulho de minha cidade por ser onde nasceu o grande gênio inventor do avião.


Venho de uma família de mulheres guerreiras. Meu pai faleceu atropelado por um trem, quando eu tinha apenas 21 dias de nascida, assim ficamos eu, minha mãe e mais duas irmãs. Com minha mãe, aprendi a não desistir, mesmo com todo vento contrário. Ela trabalhava como empregada doméstica, morava no emprego e por isso, fui separada dela e de minhas irmãs, assim criada por minha avó paterna e tias - muitas vezes impedida de ver minha mãe. Éramos pobres, foi uma infância triste, muita rejeição, muito bullying.


Comecei a trabalhar aos 16 anos para ajudar em casa e comprar minhas coisas. Já trabalhei de tudo um pouco: comecei como empacotadora, balconista, caixa, auxiliar de escritório, escriturária, digitadora, contabilista e proprietária de lanchonete, quando fui surpreendida por uma trombose por ficar até 12h em pé e em seguida por um nódulo no seio direito. Então, me afastei para cuidar da minha saúde. Atualmente, por conta da pandemia, optei por “estar dona de casa”, adorando a experiência de ser mãe, esposa, cuidar da minha casa em tempo integral e ter tempo para mim.


Fiz curso profissionalizante técnico em contabilidade e outros para agregar conhecimentos, mas o sonho de fazer uma faculdade ficou lá atrás - por questões financeiras, com o casamento, filhas, construção de nossa casa própria - distante, mas não esquecido."

Fatima 15 Revista Original.jpg

Entrevista com Fátima Araújo

Ensaio: Karyne Cecilia | Produção de Moda: Atelier Fadeyla Amaral

 

Como você estava se sentindo quando conheceu o Movimento Top Loba?

Conheci o Movimento Top Loba através do Instagram, num momento de extrema tristeza, apatia e deprimida. Incentivada por minhas filhas, procurei nossa mentora maravilhosa, Angel Mancio, a qual chamo carinhosamente de “Anjo”, e pedi minha camiseta. Ao entrar para o Clube, percebi que não era a única que me sentia assim e que tinha passado ou estava passando por esta fase, que eu não era exceção. Conheci mulheres com problemas muito maiores que o meu e que dão um show de superação, acolhi isso como uma inspiração diária. Enfim, minha “concha se abriu” com o Movimento Top Loba.

Fatima 3 Revista Original.jpg

Qual foi a maior decepção que já teve na vida?


Não diria a maior decepção, porque ao longo da minha vida me decepcionei muitas vezes com pessoas que coloquei total confiança, acreditei e achava que eram sinceras, mas não foram. Mas dentro de mim, sempre há o perdão. Recentemente aconteceu sim. Sabe “aquela” pessoa a qual você dividiu lágrimas e sorrisos? E então, aconteceu a decepção em que perdi o chão, ou melhor, fiquei no chão literalmente. Mas Deus enviou “anjos’ que me levantaram e foi mais um aprendizado: pessoas humanas falham, não são perfeitas como queremos que sejam. E aqui estou, dando uma nova chance para mim mesma. Afinal, sou uma Top Loba e Top Loba não se vitimiza – levanta a cabeça, coloca sua melhor roupa, seu melhor sorriso e vai “viver”, vai ser feliz. Transforma o pior de todos os males no maior de todos os bens.

IMG_1418A.jpg

Quais mudanças que o Clube Top Loba te proporcionou?


Conheci um mundo que, até então, não sabia que existia. Conheci mulheres de toda parte do Brasil e até do exterior, com histórias de empoderamento que inspiram. Me auto identifiquei, aprendi a me maquiar, tirar selfie, desfilar, dançar, cantar, obtive ajuda psicológica, aconselhamento com profissionais de várias áreas. Temos uma mentoria maravilhosa com Angel Mancio, uma infinidade de vantagens. A grande mudança foi me amar mais, me achar mais bela e não permitir que absolutamente ninguém estrague o que conquistei.

IMG_1442A.jpg

Como você consegue manter sua autoestima elevada?


Ainda me construindo quanto à autoestima. Me levanto de manhã, faço minhas orações, agradeço, cuido da minha pele, dos meus cabelos, faço uma maquiagem básica e vou à luta. Não espero aplausos. Autoestima é você se aplaudir.

IMG_1378A.jpg

Qual conselho você daria para uma mulher que vive em um relacionamento abusivo?


Primeiro, decidir ser feliz. Você merece. Você tem leis a seu favor; isso é uma vitória. Não se culpe; “Eles” fazem de tudo para nos sentirmos “loucas e culpadas”. Denuncie, não aceite. Procure ajuda. Invista no seu bem estar. Acredite, você é muito mais forte do que imagina.

IMG_1399a.jpg

Você se considera uma mulher empoderada? Por que?


Sim, me considero empoderada. Nos últimos tempos o assunto tomou um proporção enorme e é motivo de discussão, principalmente nas redes sociais. Apesar da palavra ser atual, como eu nunca tive uma figura masculina na minha vida até quando me casei, tive os exemplos de grandes mulheres como minhas avós, tias, irmãs desde meu nascimento, muito presentes. Me tornei forte, para enfrentar todo tipo de discriminação. Sempre me destaquei no meu trabalho, nunca aceitei menos, nem ganhar menos executando o mesmo trabalho que colegas homens. Em casa me orgulho de ter passado para minhas filhas o senso crítico e ético, apesar da pouca idade, são mulheres que têm autonomia, suas próprias opiniões e decisões. Empoderamento feminino é um assunto vasto, mas procuro dar apoio às mulheres nos vários setores, como na política, na sociedade, nos movimentos e grupos, principalmente com relação às mulheres que sofrem abuso e passam por momentos de abalo emocional. O movimento Top Loba abriu um leque de possibilidades, dando apoio umas para as outras, “ninguém larga a mão de ninguém”.

IMG_1412A.jpg

Quais seus planos para o futuro?

Abrir um negócio próprio, ainda em planejamento. Fazer mais cursos. Viajar muito. Fazer um cruzeiro (sonho antigo). E claro, um encontro com toda a família Top Loba.

IMG_1436A.jpg

O que você acha que ainda deve aprender melhorar?


Não deixar minha timidez atrapalhar de fazer o que tenho vontade. Ser uma pessoa melhor a cada dia.

IMG_1402A.jpg

Como você gostaria de ser lembrada?


Como uma mulher que nunca se deixou abater pelos tropeços da vida e que transformou estes tropeços em passos largos que me levaram adiante.

IMG_1165A.jpg

Família de Fátima Araújo