As terapias complementares, alternativas ou adjuvantes, não são novas. Na realidade, suas raízes podem ser encontradas nas culturas grega e chinesa primitivas. Especialistas estimam que os remédios herbais tem mais de 5.000 anos de idade.

O que é a Fitoterapia?


A Fitoterapia (de phyto, do grego “planta’’) é a ciência do uso de substancias derivadas de plantas, para tratar e prevenir enfermidades. São medicamentos que passam por testes de qualidade, e são registrados no órgão Federal de Vigilância Sanitária ( ANVISA), antes de serem comercializados. Tecnicamente, essas plantas, incluindo suas folhas, flores, caules rizomas e raízes são chamados botânicos ou fitoervas.


Planta Medicinal


É a espécie vegetal - partes da planta que é utilizada para aliviar ou curar enfermidades com base em seu uso na população ou comunidade. Não são submetidas a um processo industrializado de fabricação e controle de qualidade.

Frequentemente usamos plantas e seus derivados no preparo de chás, mas em diversos temperos do nosso dia-dia, podemos utilizá-los na prevenção ou tratamento de doenças.

Açafrão-da-terra


Além de seu uso na cozinha, esse tempero contém substâncias antioxidantes que ajudam a prevenir o envelhecimento, doenças degenerativas, diversos tipos de câncer e problemas cardiovasculares.

Cravo da Índia


Propriedades antissépticas, anti-inflamatórias e termogênicas.

IMG-9149.JPG

Salsa


A salsa ou a salsinha possui vários benefícios e por isso deveria ser mais utilizada diariamente. Tem propriedade diurética que ajuda a prevenir retenção liquida e promove uma limpeza, desintoxicando o corpo. Alguns dos principais benefícios que a salsa apresenta, são: Ação anti-inflamatória, controle de açúcar no sangue, combate anemia, alivia constipação intestinal e possui ação rejuvenescedora.

Pimenta 


É rica em capsaicina, um antioxidante e anti-inflamatório que ajuda a aliar dores e melhora a digestão e quanto mais forte o sabor da pimenta, mais capsaicina ela contém. Além desses benefícios, a especiaria ajuda a acelerar o metabolismo, aumenta a libido, age como anti-inflamatório e atua como antioxidante, prevenindo alterações nas células.

Alho


Algumas civilizações como os egípcios, gregos e romanos exaltavam o alho por causa de seu poder medicinal. Ele é antioxidante, anti-inflamatório, previne doenças cardiovasculares, além de combater vírus, bactérias e fungos. É rico em alicina, substância responsável pelo forte odor, e possui vitamina A, B1, B2, C, e alguns outros minerais como o enxofre e cálcio. Para obter todos os benefícios do alho, o recomendado é consumir três dentes de alho por dia, para isso, é só picá-lo durante o preparo das refeições e temperar a comida.


Coentro


É rico em cálcio, potássio, magnésio, ferro e manganês. Suas propriedades fazem com que ele seja ótimo para a pele e o intestino. Ademais, pode prevenir doenças do coração e possui efeito antiparasitário.

Alecrim


Alecrim é uma boa fonte de ferro, cálcio e vitaminas, proporcionando benefícios como melhora da concentração e digestão, assim como prevenção do envelhecimento cerebral.

Orégano


Erva muito poderosa que pode ser usada como remédio fitoterápico graças a propriedades como vitaminas A, C e do complexo B, assim como ômega-3, zinco, magnésio, cálcio e potássio. Além disso, o orégano possui efeitos anti-inflamatórios, antifúngicos e anestésicos.

Camomila


Além da já conhecida propriedade calmante, a camomila tem efeito analgésico, antialérgico, anticonvulsivo, antidepressivo, anti-inflamatório e diurético. Além do chá, pode deixar um sabor especial no suco verde.

Ana Maria Pereira Cabral (CRN 7302 6º região)
Especialista em Fitoterapia e Suplementação Aplicadas á Nutrição Clínica e Estética
Especialista em Nutrição Clinica
Especialista Em saúde da família
Bacharel em nutrição
@sigasuanutri