TOP LOBA DA CAPA

Ivania Araújo

Simpatia, gentileza e delicadeza

Macacão estilo boho Atellier By Artesanato

Cabelos by Neide, Salão Novo S'tilos

Sim, esses três adjetivos praticamente descrevem nossa Top Loba da Capa, Ivania Araújo! Não a conhecemos pessoalmente ainda, mas a forma como ela se comunica com a alcatéia pelas redes sociais demonstram as características de uma mulher muito atenciosa, gentil, receptiva, delicada e simpática! 

Além disso, fisicamente também essa mineiroca, nascida em Minas, hoje vivendo no Rio de Janeiro, tem traços de uma menina mulher, com seus cabelos longos e loiros, olhar marcante e sorriso delicado. Suas fotos revelam uma mulher discreta porém forte!

Em breve, em nosso evento dia 26 de agosto, vamos receber no Guarujá, nossas duas cariocas da capa, Lis Silva Cruz e Ivania Araújo, e assim, poderemos conhecê-las melhor! 

Enquanto isso, através desta entrevista exclusiva, vamos ter a oportunidade de saber um pouco mais sobre a história de vida de Ivania Araújo, uma verdadeira Loba que lutou com todas as suas forças para vencer todos os obstáculos da vida!

Bonecas que Ivania vestiu com seu dom de artesã, à minha imagem! Um gesto de muito carinho e que me deixou muito emocionada!

Angel Mancio

Fale um pouco sobre você...

 

Eu sou Ivania, tenho 45 anos, nasci na cidade do interior de Minas Gerais, Carlos Chagas, é uma cidade tão pequenininha que nem existe no mapa.
Eu comecei a trabalhar com 12 anos de idade para ajudar minha mãe. 
Eu carregava água na cabeça, comprávamos lenha, não tínhamos condições de ter fogão a gás ainda.


Então eu tive uma vida, uma infância e uma adolescência muito difícil. Era só minha mãe para cuidar de mim e mais duas irmãs. Eu vim para o R.J. morar com meu irmão mais velho.
Morávamos em Grajaú. 
Ali consegui um bom emprego, e continuei a ajudar minha mãe mesmo estando longe.


Eu me casei, Deus me deu um menino.
Mas meu casamento foi marcado por traições, brigas, tristezas, muitas lágrimas. Eu só tinha forças para lutar por causa do meu filho. Então por ele eu lutei, trabalhei, e venci.


Meu esposo tinha muitas mulheres na rua, tudo que ganhava era para bebidas, mulheres, motos, carros. Ele tinha um bom cargo, tinha muito dinheiro, mas não era para mim, era para sua própria ostentação. 
 

Trabalhei como Educadora infantil e Professora de jovens e adultos.
Eu pagava uma pessoa para cuidar do meu filho enquanto eu lecionava.
Por causa de tanto sofrimento meu filho começou a ter problemas de saúde. Quando meu filho completou 12 anos, meu esposo nos colocou para fora de casa.


Fui morar na casa de minha mãe. 
Mas não tive o apoio que eu esperava.
Mas Deus colocou amigos anjos para cuidar de nós. Um casal de amigos Marisa e Roberto. 
Consegui um trabalho. Consegui boa Escola para meu filho, e prossegui. 


Quando meu filho fez 15 anos, meu esposo foi atrás de nós, pedindo para voltar, dizia arrependido, voltamos, eu e meu filho para o R.J. novamente.


Meu esposo estava doente por causa das bebidas que ele consumia. Quando meu filho fez 16 anos, meu esposo veio a falecer.
Mais uma vez fiquei sem saber o que fazer. 
Não tinha casa própria, ele tinha gasto tudo o que tinha, morei 2 meses na casa da minha irmã aqui no R.J.


A minha amiga que cuidava do meu filho quando era pequeno, me ofereceu o quarto da filha dela para eu morar com meu filho.
Morei lá quase um ano.
Neste tempo eu fui trabalhar em um supermercado, e fui correr atrás da nossa pensão. Que demorou 10 meses para sair.


Este casal de amigos foi meu apoio aqui no R.J. 
Eu trabalhava de domingo a domingo no supermercado, pois precisava pagar o vestibular e os cursos para meu filho.


Com 17 anos meu filho terminou os estudos, passou no vestibular, mas a faculdade como era no interior do R.J., não tinha como ele ir.


Aos 18 anos ele fez uma prova para a Marinha do Brasil. 
Passou na prova.
Hoje ele está na Marinha do Brasil, faz Faculdade de Ciências Contábeis e Web Designer.
Este é apenas um pouquinho de mim.

Então eu sou essa mulher que sofreu, lutou, mas nunca desistiu. Eu tinha e tenho sonhos e projetos, então para vencer, você precisa ter foco, força e fé, precisa ter um objetivo na vida e saber para que e por que você vai lutar. A mulher precisa ser forte, valente, guerreira...a mulher fraca não vence batalhas, ela tem medo de desafios, ela tem medo de sair de sua área de conforto, por isso sofrem.
Já a mulher corajosa, valente, para ela cada desafio é apenas um meio de chegar aonde ela quer.


Deus chamou mulheres para sair de sua zona de conforto para conquistar planos maiores, os planos de Deus só realiza mediante a sua fé, mediante a sua coragem de entregar tudo a Deus e confiar, descansar, e crer que tudo vai acontecer no tempo certo.


Se você é essa mulher guerreira eu te convido a fazer parte do Movimento Top Loba. Aqui você vai conhecer mulheres que não ficaram na zona de conforto, não ficaram reclamando da vida, mas tiveram coragem de enfrentar a si própria e venceram.

Qual conselho você daria para quem precisa elevar a autoestima?

 

O meu conselho para a mulher elevar a autoestima é ter fé em Deus.
É acreditar nela mesma.
Houve momentos na minha vida que eu só ouvia palavras de derrota, tipo... "você é uma mulher feia, gorda.. você fede, você é burra, você não vai vencer... não sei por que eu ainda estou do seu lado."
Eu ouvi e vivi tudo isso. 


Teve momentos que eu não conseguia nem mesmo olhar para um espelho. Eu comecei a acreditar que eu era tudo aquilo que aquele homem me falava. Mas em um momento de muita tristeza e depressão, meu filho me disse, "Mãe você é a minha princesa!"


Aí eu olhei para o céu e pedi socorro a Deus.
Neste dia fui na minha igreja e participei de uma reunião sobre a autoestima da mulher.


Mulher, você é importante para Deus, na palavra de Deus diz que um coração alegre aformoseia o rosto. Essa frase foi direto no meu coração. Ali eu comecei a viver para Jesus. 


Eu comecei a me ver de maneira diferente, nestas reuniões eu fui curada? Eu fui tratada, eu fui transformada em outra mulher. A minha alma, o meu coração, o meu espírito foram tratados pelo Espírito Santo de Deus. 


Eu passei a tirar fotos 
A me vestir melhor.
A me amar.
E a me amar mais ainda, e dar mais atenção para meu filho.
Eu passei a crer e ver que eu sou a imagem e semelhança de Deus. 


E nós mulheres precisamos acreditar no que a palavra de Deus diz.
Que somos mais preciosas do que rubi.
Quando acreditamos em Deus, nós mulheres podemos todas as coisas naquele que nos fortalece que é Jesus Cristo.

Por que você decidiu entrar para o Movimento Top Loba?

Eu decidi entrar para o Movimento Top Loba porque eu vi na Angel Mancio, uma mulher guerreira, corajosa, uma mulher que sabe lutar pelo o que quer. Então eu me identifiquei com ela.

O Movimento Top Loba não é lugar para mulheres covardes ou cheias de mi mi mis.

 
Este Movimento é para uma ajudar as outras com suas experiências de vida, é para uma fortalecer a outra quando estiver caída, é para uma dar a mão à outra sem esperar nada em troca, então este Movimento para mim, veio em um momento em que eu estava falando com Deus, que eu precisa fazer algo por mim, e que eu precisava fazer algo para mais alguém. Eu precisava tratar, curar, transformar da mesma forma que eu fui, porque Deus me deu um dom. 
Dom de cuidar do coração ferido, machucado, da alma triste... então o que eu recebi, eu precisava dar também. 


E a Angel nos mostra isso neste Movimento Top Loba. Ela nos apresenta uma beleza que muitas não conhecem. Nos apresenta uma mídia, um mundo de encantamentos, que ela poderia desfrutar de tudo sozinha, mas ela está aqui dividindo este glamour conosco sem pedir nada em troca.


Ela realmente é uma grande líder e meu espelho, minha fada linda.

Qual foi sua maior superação na vida?

 

Minha maior superação foi sair do fundo do poço, me agarrando em Deus, crendo em uma fé sobrenatural, sabendo que em todo o tempo,  Deus estava ali e está preparando os meus caminhos.
Minha maior superação foi minha fé em Jesus Cristo, quando eu achei que tudo estava acabado, aí veio Deus de lá e me surpreende, mostrando que minha vida estava apenas começando. 
Sonhos restaurados. 
Filho abençoado.

O que que a deixa mais feliz?

O que me deixa mais feliz é acordar todos os dias, olhar para o céu e agradecer a Deus pela minha vida e pela vida do meu filho, meus amigos e minha família.

 

Qual o maior sonho que você ainda gostaria de realizar?

 

Meu maior sonho que gostaria de realizar já está acontecendo, meu filho feliz, ser capa de uma revista, desfilar... porque eu tive sonhos no passado, um deles era desfilar em 7 de setembro, minha mãe não pôde comprar a roupa para mim.


Depois eu queria meu vestido de 15 anos. Também não puderam me dar. Aos meus 18 anos também não tive o meu vestido.
No meu casamento também não tive o meu vestido.
Então ser capa de uma revista, desfilar com um vestido de gala oferecido por uma loja glamourosa de trajes a rigor, é um sonho que engloba todos os sonhos de uma menina, que mesmo depois dos 40 anos continua sonhando.

Como você se sente sendo Top Loba 5 Estrelas?


Eu me sinto Top. 
Me sinto como uma estrela de Hollywood, andando e cantando na calçada da fama. Eu me sinto feliz, me sinto realizada e vejo que Deus tem planos nas nossas vidas, que não compreendemos.
E os planos de Deus sempre serão maiores do que os meus.
Então deixe que os planos de Deus se concretizem.